,.
 

ADAPTAÇÃO E READAPTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

27/02/2020

Há formas de lidar com a criança nesse momento que podem facilitar a chegada dela nesse novo universo

Fevereiro está chegando ao fim e um novo ano letivo está começando. Com isso, muitos pais acabam ficando um pouco inseguros, não sabendo como lidar com o filho nesse momento de mudanças.

A adaptação escolar não acontece apenas quando uma criança vai à escola de educação infantil pela primeira vez, mas sempre que se depara com uma nova etapa de ensino ou um novo ambiente. Por isso, na educação infantil, não importa se a criança vai permanecer na mesma escola, ou se é a primeira vez dela na sala de aula, é necessário acompanhar de perto o pequeno neste período de ingresso ou retorno à rotina escolar.

Se o novo gera ansiedade e insegurança em qualquer idade, na educação infantil esse processo é ainda mais intenso. Saindo de suas zonas de conforto, os pequenos se veem em um ambiente coletivo com regras diferentes das de casa, são estimulados a participar de atividades incomuns ao seu dia a dia e passam a conviver com adultos e crianças inicialmente estranhos.

A adaptação é esse momento de transição em que a criança vai se habituando à nova rotina longe dos familiares que tem como referência. E enquanto a criança é ainda tão pequena, em várias ocasiões, como por exemplo após o fim de um feriado prolongado, como é o caso do Carnaval, é necessário readaptar o filho à rotina. Dia após dia, ela vai criando um vínculo com os professores, e colegas, sentindo-se cada vez mais segura.

Não existe um tempo determinado para essa transição. Temos estudos que falam que um tempo médio de adaptação varia de semanas até seis meses.

De acordo com a pedagoga da Estação Criança, Michelle Medeiros, quanto mais segura a família estiver, mais fácil será para todos a adaptação escolar. Ela destaca que existem crianças que chegam falantes e contentes no seu primeiro dia de aula e após algum tempo iniciam com o choro, querendo ficar em casa. Muitas vezes, quando isso ocorre, logo a família fica preocupada querendo saber se aconteceu algo na escola. "O que ocorre é que as novidades terminam e inicia-se a fase da rotina, pois desde a educação infantil existe uma rotina a ser cumprida. Por mais flexível que a mesma seja, é rotina. E muitas vezes as crianças possuem certa dificuldade até estarem completamente adaptadas. Também temos aquelas crianças mais apegadas, que choram e que as mães acabam chorando junto. Pois bem, o que sempre falo para os pais: 'Você deve escolher a escola do seu filho ou filha com o coração. Se o seu coração está em paz, não há motivos para inseguranças. Toda insegurança gerada na família passa para a criança, tornando esse processo mais lento e difícil", explica Michelle. 

Quando iniciar a fase escolar, é importante a criança estar ciente de que a família apoia o local onde a mesma irá ficar e de que, acima de tudo, a família confia nas pessoas que ficarão com a ela.

Já a readaptação pode ser um pouco mais tranquila. A criança já tem ideia de como funciona, já conviveu na escola com outras crianças, já viveu a experiência de ficar longe dos pais. Mesmo assim, é comum ela ficar insegura com o que está por vir, novo professor(a), ou no caso de troca de local de ensino, a criança inicialmente pode sentir um pouco a falta dos antigos colegas, mas normalmente ela vai se adaptando com o novo.

O papel dos pais nesse momento de mudanças e novidades é bem importante. Há algumas posturas que podem facilitar o ingresso dos pequenos nesse novo ano letivo. Confira algumas dicas que podem ajudar nesse processo:

1. Passe o máximo de informações sobre o seu filho para a escola

Para ajudar a escola nesse processo de adaptação, é importante detalhar ao professor(a) do seu filho como ele é. Na Estação Criança, os responsáveis respondem um questionário e logo no início do ano é feita uma reunião com a professora e os pais. Esse encontro também é uma oportunidade de criar um vínculo entre a instituição e a família e dar mais segurança aos pais.

Vale falar um pouco sobre brincadeiras preferidas, medos, quem está presente no cotidiano da criança, quanto tempo ela costuma passar com os pais, além de cuidados especiais de saúde e alimentação. Com essas informações, fica mais fácil para a escola saber lidar com a criança.

2. A participação da família é muito importante

O diálogo entre família e educadores é importante para entender os hábitos da criança e minimizar mudanças na transição casa-instituição escolar.

Por volta dos dois anos e meio, já é possível explicar esse novo momento e tirar dúvidas dos pequenos para que se sintam mais confortáveis. Os pais devem mostrar segurança para a criança sobre o local que ela vai ficar. O momento de preparação para a escola, sempre que possível, deve ser um momento em família. Envolver a criança na hora de arrumar a mochila é bem interessante. Ela precisa sentir que está sendo cuidada e que participa dos preparativos. 

Os pais são essenciais nesse processo. A integração entre família e escola deve acontecer desde o começo. Na instituição de ensino é importante que algum familiar acompanhe o pequeno nos primeiros dias, para não deixá-lo sem referência e prolongar uma adaptação mais sofrida. 

Na Estação Criança o processo de adaptação dos alunos novos se dá de forma gradual. Inicialmente, a criança fica durante uma hora em sala com a professora e o familiar aguarda na recepção. "Em casos de choro recorrente, a criança é levada ao encontro do familiar para que ela tenha a certeza que o mesmo está lá. Trabalhamos desta forma, pois vemos a necessidade da criança criar um vínculo com a professora e poder ter o seu 'adulto referência' na hora que sentir necessidade de solicitar algo. A cada dia acrescentamos uma hora a mais na adaptação, até que a mesma consiga permanecer um turno tranquila e sentindo-se segura no ambiente escolar", explica a pedagoga. 

3. O momento de separação na chegada da escola

Este momento, em alguns casos, costuma ser regado a choro e negação da separação. Para evitá-lo, alguns pais aproveitam a distração dos filhos para ir embora despercebidos, só que isso não é aconselhável. Quando isso é feito, no momento em que a criança percebe que está sozinha, o choro vem acompanhado de um sentimento de abandono e desespero.

A despedida é fundamental para a adaptação. Por mais que seja algo difícil e doloroso para ambos, no início, é essencial ser honesto com o filho, para que ele sinta confiança nesse processo. "A clareza da despedida é saudável e necessária. As crianças da educação infantil ainda estão na fase concreta, desta forma é importante ao despedir-se informar que vai, mas que logo volta. E quando retornar, relembrar que havia falado sobre o retorno. Uma dica simples são os objetos de transição, muito utilizados nesse período. Aí vale um paninho com o cheiro da mãe, uma foto ou um brinquedo mais especial", reforça Michelle.

A Escola Estação Criança preza pelo bem estar de todos. "Ao longo do período de adaptação, caso seja verificado que a criança permaneça chorando e entrando em sofrimento, não hesitamos para levá-la ao encontro do familiar. Este processo de adaptação é extremamente importante e não pode ser traumático. É de extrema importância, na ausência física de um familiar, que os telefones estejam sempre atualizados para que possamos entrar em contato o mais rápido possível", destaca a pedagoga da escola.

4. O choro da criança pela ausência dos pais

O choro é algo bem frequente durante a adaptação. O pequeno passa a questionar que local é esse e quem são essas pessoas ao seu redor. O vínculo vai sendo criado com o passar dos dias. Os objetos de apego podem ajudar a confortar as crianças por remeterem ao ambiente familiar. Por isso, levar à escola algo que a criança tenha apreço pode ajudar nesse momento.

O choro é uma forma de comunicação, mas algumas crianças se sentem retraídas e não choram. Os pais devem observar com calma e dar atenção ao filho, mesmo que ele não chore nesse momento. O período de adaptação acontece para todas, mas as crianças lidam de forma diferente com os seus sentimentos. 

O ano letivo na Estação Criança inicia na próxima semana, dia 2 de março.

Com informações do site Nova Escola

 
NOSSO RETORNO FOI TRANQUILO E ESPECIAL
COMO PREPARAR A CRIANÇA PEQUENA PARA A VOLTA ÀS AULAS
O QUE NOSSAS CRIANÇAS PERDERAM DURANTE A PANDEMIA?
AS CRIANÇAS E OS BENEFÍCIOS DOS EXERCÍCIOS ONLINE
CUIDADOS ESPECIAIS COM AS CRIANÇAS DURANTE A PANDEMIA
BRINCADEIRAS DE SÃO JOÃO PARA FAZER EM CASA
MANEIRAS DE CONTRIBUIR PARA UMA INFÂNCIA SEM RACISMO
SUGESTÕES DE FILMES PARA ASSISTIR EM FAMÍLIA
SEMANA MUNDIAL DO BRINCAR EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS
5 LIÇÕES QUE PODEMOS APRENDER COM O CORONAVÍRUS
O SONO DA CRIANÇA EM TEMPOS DE PANDEMIA
DICAS PARA APROVEITAR A QUARENTENA EM FAMÍLIA
VACINA DA GRIPE PARA CRIANÇAS JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NA REDE PÚBLICA
CORONAVÍRUS: CUIDADOS COM O USO DE MÁSCARAS POR CRIANÇAS
DICAS DE COMO COMEMORAR O DIA DAS MÃES NA QUARENTENA
O ISOLAMENTO SOCIAL E A SAUDADE DOS AVÓS
OMS PROMOVE A SEMANA MUNDIAL DA IMUNIZAÇÃO
CANAIS ONLINE COM CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS PARA AS CRIANÇAS
10 ATIVIDADES COM LIVROS PARA FAZER COM AS CRIANÇAS
DICAS PARA LIDAR COM A BIRRA DURANTE A QUARENTENA
ATIVIDADES E EXERCÍCIOS PARA A CRIANÇA FAZER EM CASA
DICAS PARA DECORAR A CASA PARA A PÁSCOA
SUGESTÕES DE BRINCADEIRAS PARA FAZER COM AS CRIANÇAS NA PÁSCOA
LIVROS INFANTIS QUE PODEM AJUDAR A CRIANÇA A LIDAR COM SEUS SENTIMENTOS
ALIMENTOS QUE AJUDAM A MELHORAR A IMUNIDADE DAS CRIANÇAS
RECADO DA PSICÓLOGA DA ESTAÇÃO CRIANÇA
DICAS PARA CONCILIAR O HOME OFFICE COM OS FILHOS
COMO PASSAR O TEMPO COM AS CRIANÇAS DURANTE O ISOLAMENTO
CORONAVÍRUS: COMUNICADO OFICIAL
ANIMAIS AJUDAM A DESENVOLVER HABILIDADES SOCIAIS NAS CRIANÇAS
COMO PREPARAR AS CRIANÇAS PARA O FUTURO
COMO AJUDAR A CRIANÇA A DORMIR NO PRÓPRIO QUARTO
SAIBA COMO SE PROTEGER DE DOENÇAS VIRAIS
DICAS PARA ALIVIAR A ANSIEDADE NAS CRIANÇAS
ADAPTAÇÃO E READAPTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
DIVERSAS ATIVIDADES MARCAM O PERÍODO DE FÉRIAS
OPÇÕES PARA CURTIR O CARNAVAL COM AS CRIANÇAS
COMO AJUDAR A CRIANÇA A LIDAR COM A TIMIDEZ
OS RABISCOS E A LINGUAGEM SECRETA DAS CRIANÇAS
ESCLAREÇA DÚVIDAS SOBRE O CORONAVÍRUS
IDEIAS DE BRINCADEIRAS PARA CADA FASE
COMO AJUDAR SEU FILHO A PARAR DE ROER AS UNHAS
ESTRATÉGIAS QUE AJUDAM A CRIAR FILHOS MAIS RESPONSÁVEIS
DICAS PARA TIRAR A MAMADA DA MADRUGADA
O QUE AS CRIANÇAS APRENDEM QUANDO COMPARTILHAM
DICAS DE METAS PARA AS CRIANÇAS NO ANO DE 2020
VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE MENTIRA E IMAGINAÇÃO?
O QUE A CRIANÇA PODE APRENDER INDO À PRAIA
COISAS QUE TODAS AS CRIANÇAS DEVEM SABER
3 RECEITAS RÁPIDAS PARA O CAFÉ DA MANHÃ
4 IDEIAS DE BRINCADEIRAS PARA AS FESTAS DE FINAL DE ANO
PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DE NATAL EM PORTO ALEGRE
DICAS PARA ALIVIAR O CALOR DAS CRIANÇAS NO VERÃO
CONHEÇA OS 30 MELHORES LIVROS INFANTIS DE 2019
A DANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SUA IMPORTÂNCIA
QUANDO A CRIANÇA PRECISA IR NO FONOAUDIÓLOGO
ESTAÇÃO CRIANÇA APRESENTA O ESPETÁCULO O PEQUENO PRÍNCIPE
BENEFÍCIOS QUE ANDAR DE BICICLETA TRAZ ÀS CRIANÇAS
DICAS PARA INCLUIR AS CRIANÇAS NOS PREPARATIVOS DE NATAL
COMO SABER SE É A HORA CERTA DE TIRAR A FRALDA?
9 INFORMAÇÕES VALIOSAS SOBRE VACINAÇÃO INFANTIL
FRASES QUE TRANSMITEM VALORES ÀS CRIANÇAS
DICAS QUE VISAM COMBATER O RACISMO NA INFÂNCIA
O QUE AS CRIANÇAS PODEM APRENDER COM O PEQUENO PRÍNCIPE
COMO ENSINAR GENTILEZA ÀS CRIANÇAS
VOCÊ SABE POR QUE A PRIMEIRA INFÂNCIA É TÃO IMPORTANTE?
COMO LIDAR COM A TRISTEZA DAS CRIANÇAS
65ª FEIRA DO LIVRO MOVIMENTA PORTO ALEGRE
O MEDO DAS CRIANÇAS DE ACORDO COM A IDADE
9 DICAS PARA AJUDAR NA HORA DO DESFRALDE
ESTAÇÃO CRIANÇA REALIZA DIVERSAS AÇÕES ALUSIVAS AO DIA DAS CRIANÇAS
A RELAÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL COM A FELICIDADE DAS CRIANÇAS
A IMPORTÂNCIA DO VÍNCULO ENTRE PROFESSOR E CRIANÇA
MANTENHA VIVA A CRIANÇA QUE EXISTE DENTRO DE VOCÊ
SUGESTÃO DE LUGARES PARA IR NO DIA DAS CRIANÇAS
O PODER DA MÚSICA PARA AS CRIANÇAS
DÚVIDAS COMUNS SOBRE O SARAMPO
ALIMENTOS QUE AJUDAM A MELHORAR A CONCENTRAÇÃO DAS CRIANÇAS
DICAS PARA CURTIR AO MÁXIMO A PRIMAVERA COM AS CRIANÇAS
FESTA FARROUPILHA MOVIMENTA A ESTAÇÃO CRIANÇA
REINO GRANDE DO SUL ANUNCIA LANÇAMENTO DE NOVA COLEÇÃO
COMO ENSINAR CIDADANIA AOS PEQUENOS
CONHEÇA 5 BIBLIOTECAS COM LIVROS PARA CRIANÇAS EM PORTO ALEGRE
BRINCAR NA NATUREZA FAVORECE A CONSCIÊNCIA AMBIENTAL
O PAPEL DAS VITAMINAS NO CARDÁPIO DAS CRIANÇAS
VAMOS FALAR SOBRE FEBRE?
POEMAS SOBRE FELICIDADE PARA ENCANTAR AS CRIANÇAS
ESTAÇÃO CRIANÇA REALIZA MAIS UM SARAU
ELOGIOS QUE AJUDAM A MELHORAR A AUTOESTIMA DA CRIANÇA
CUIDADOS COM A HIGIENE BUCAL DE BEBÊS E CRIANÇAS
A IMPORTÂNCIA DA ARTE, DA MÚSICA E DA POESIA PARA AS CRIANÇAS
5 COISAS QUE PODEM MUDAR QUANDO VOCÊ SE TORNA PAI
BRINCADEIRAS PARA ESTIMULAR A VISÃO DAS CRIANÇAS
JEITOS DIFERENTES DE BRINCAR COM MASSINHA
AGOSTO DOURADO INCENTIVA A AMAMENTAÇÃO
6 MOMENTOS VALIOSOS ENTRE AVÓS E NETOS
VAMOS FALAR SOBRE RECICLAGEM?
SAIBA COMO A AMIZADE AJUDA NO DESENVOLVIMENTO DO SEU FILHO
ESTAÇÃO CRIANÇA REALIZA FEIRA DE CIÊNCIAS
POR QUE BRINCAR, IMAGINAR, CRIAR E PENSAR É IMPORTANTE?
COMO MANTER SEU FILHO QUENTINHO E SEGURO NO FRIO
AS TROCAS FONOLÓGICAS MAIS COMUNS NA INFÂNCIA
RESFRIADO X ALERGIA: VOCÊ SABE A DIFERENÇA?
QUESTÕES DO MUNDO REAL QUE PODEM PREOCUPAR A CRIANÇA
5 RECEITAS DE SOPAS NUTRITIVAS PARA A FAMÍLIA TODA
COMO PROTEGER AS CRIANÇAS CONTRA A DENGUE
CAMPANHA DO AGASALHO 2019 FOCA NAS CRIANÇAS
CINCO PASSOS PARA DAR LIMITES ÀS CRIANÇAS
ESTAÇÃO CRIANÇA REALIZA ARRAIAL JUNINO
4 RECEITAS PARA CELEBRAR SÃO JOÃO COM AS CRIANÇAS
VAMOS PRESERVAR O MEIO AMBIENTE
EDUCAÇÃO INFANTIL: UM ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA E INTERAÇÃO SOCIAL
POR QUE BRINCAR É TÃO ESSENCIAL?
VOCÊ JÁ ABRAÇOU O SEU FILHO HOJE?
Fale conosco
Central de atendimento Estação Criança
X